Meia 3/4: ou você ama ou você odeia

E a grande maioria odeia!
Acho que é justamente por isso que eu amo. 😉

Olhem só como minhas pernocas té parecem grandes! É o curto + sapato do tom da meia.

Quase num guento mais!


Cabelo despenteado de todo dia



Modelas


Mas é verdade que a meia 3/4 não fica bem em todo mundo. Tem várias dicas de como everybody pode que eu até acho que ajudem em alguns casos sim, mas, pra mim, tem limite 1. de idade, né (ficar com cara de colegial de meia idade num dá) 2. de grossura das pernas. Meu sonho sempre foi ter umas pernocas bem grossas, mas a genética insiste nas minhas pernas fininhas, então, ok. Eu posso abusar delas. Num tem uma medida certa pra usar, acho que é bom senso, tipo, você olha no espelho e vê que não ficou legal. Já as baixinhas (eu não tenho nem 1,60!) é só apostar no curto (afinal, você nunca é baixinha, o seu short que não está curto o suficiente by Juliana Cunha) e no sapato da cor da meia.

Blusa (que eu fiz de vestido) Bob Store
Colete Maria Bonita Extra
Meia-calça 3/4 xadrez da Lupo
Cinto comprado na Léa Moda e Acessórios – fica na Manoel Inácio de Souza, do ladinho do JA, com um monte de coisas direeeto do RJ 😉
Sapato Arezzo
Óculos Marc Jacobs

Anúncios

Meia-calça de verão: minha mais nova aliada















Tive um almoço esse final de semana pra comemorar o aniversário do cunhado e seus três anos de casamento. Acordei como sempre com frio. Apostei, então, na meia-calça fio 10 cor da pele com vestido. E acertei. Porque tava um solzão, mas um vento gelaaado! Só sei que tô apaixonada por essa meia! Como eu sou mais pra senzala do que pra caucásia, nem parecia que eu estava usando. É ó-te-mo pra esconder os roxos (dançando contemporâneo e sendo estabanada, eu coleciono), celulites e afins. Daí tirei as fotinhos dentro de casa, sem o solzão, pra dar pra ver melhor a meia… (e desculpem a qualidade das fotos, mas minha mão estabanada quebrou a lente da minha máquina e tô só com celular por enquanto). Depois eu faço um post com ela no sol e câmera melhor pra vocês verem como fica! Mais tarde tive outro compromisso, com criança, então eu troquei, rapidão, o salto pela sapatilha. Ah.. e esse salto da Schultz é muito legal porque você pode trocar o cadarço, mudando totalmente a proposta do sapato. E como minha fotógrafa estava muito gatinha, não resisti em fotografá-la.

Vestido Animale
Jaqueta Talie NK
Sapato Schultz/ Sapatilha Maria Bonita Extra
Bolsa Juliana Jabour
Óculos Ray Ban
Brinco by 25th Avenue
Esmalte Camelo da Impala


Básica








Percebi que sempre em que dizem que eu estou “chique” ou arrumada, eu não estou de calça jeans! Faça o teste. É fato! Eu sou suspeita pra falar porque já não sou muito fã de jeans e quase não uso, talvez justamente porque não saiba usar… Mas de vez em quando me rendo, é claro, inclusive à combinação jeans + blusinha branca. Só não sem me render, também, à renda e aos milhões de acessórios! Adoro não ser básica com cara de básica (você também se, assim como eu, passar horas penteando a trança pra parecer despenteada, tipo, oi, acordei, tô linda). E, para isso, eu não preciso usar acessórios coloridos quando saio de blusa branca (ou preta. Ou vice-versa. Eu acho simplesmente phyno o branco com dourado, prateado ou nude e o colorido com colorido. Com bom senso dá pra ver que a pessoa entende, mesmo que não entenda, como eu… haha E quanto à prata com dourado, pode? Eu não sou nenhuma expert, mas tô usando e achando lindo. Acho que o truque é focar num deles. Tipo, estou de dourado com alguma coisinha prata. Pra mim funciona, e pra vocês?

Blusa Evidence
Calça Animale
Sapato My Shoes
Bolsa Arezzo
Relógio Michael Kors
Óculos Ray Ban
Acessórios by 25th Avenue/Giane (anel maior; tenho o telefone)


Paz, amor e muita moda.

Hoje eu me rendi ao color block e fui de laranja e amarelão pra faculdade. É claro que teve gente que me olhou com cara de WTF? e gente que nem reparou em mim. Mas se você tá a fim de se vestir do seu jeito ou mesmo de seguir moda em cidade que não é lá muito atualizada (aka Campo Grande) você tem que ser segura, caso contrário desiste na primeira torcida de nariz. Pra fazer isso em lugar onde as cabeças ainda são bem provincianas (aka Campor Grande again), tem que ter o dobro de segurança. E não ter medo de ser “man repeller” de vez em quando (sempre). Eu recomendo. Seria bom ver algo diferente de jeans apertado + um swatch dourado + californiana-progressiva. Não que eu ache feio mas… já deu, né?
Entãão, pra inspirar, dêem só uma olhada em como as meninas iam para o colégio nos idos hippies de 1969. Esse é um ensaio de Arthur Shatz para a revista Life, ambientado na porta de uma escola de Ensino Médio de verdade. Sem produção, nem nada.

Ps. O que são esses cabelos lindos de meu deus? Encantei.


Blue Sky(irt)

Cheguei até a considerar que eu estava meio ladylike (!) quando sai de casa, mas acho que é porque uma das coisas que me esperavam no dia era uma entrevista no Pavilhão 9, então tudo me parecia menininha e romântica demais. 🙂 Mas o que falaram foi que eu estava fazendo a rica e eu acho que isso se deve a três coisinhas: branco + dourado, acessórios grifados e cabelo liso.
Eu acho branco (sem ser a camisetinha básica, vai) riqueza! Porque pra você sair de branco sem estar parecendo saída do Ano Novo e sem se sujar é classudo. E dourado é ouro, inshalá!
Já as únicas coisas caras mesmo que eu estava usando eram os acessórios. Assim, se você tem dinheiro pra gastar em roupa e acessórios, ótimo, você é muito sortuda. Se não, e estiver disposta a economizar pra isso, eu acho melhor apostar em uma bolsa ou um óculos grifados, que eles destacam a riqueza. E o cabelo é no meu caso porque um cabelo Gisele Bündchen é tudo que eu queria e não é liso. Mas pra ter um cabelo rico Gisele Bündchen vai muito mais dinheiro e trabalho do que simplesmente alisar. Não gosto muito de alisar porque depois da progressiva é só o que existe, mas daí fica um pouco diferente do meu despenteado de todo dia, daí a impressão de mais arrumadinho. Porque por riqueza eu não quero dizer ostentação, sabe? Mas sim aquela coisa mais arrumada, tipo, tô na novela.

Saia Spezzato
Blusa Maria Bonita Extra/ a de cima, nem ideia
Sapato Arezzo
Cinto Talie nk
Óculos Marc Jacobs
Bolsa Fendi
Relógio Calvin Klein


17maio2011


Campo Grande está naquela época de clima meio doido. Sai de casa usando meia-calça, mas não aguentei o sol da tarde e arranquei! Como tá meio frio, meio calor, eu prefiro sempre deixar alguma coisa de fora, como os braços ou as pernas, e usar roupas que deem para tirar no meio do dia, como um casaquinho. No meu caso vale até a meia-calça! Pra dar o efeito trabalhado nela, como eu não estava achando as já trabalhadas – e caso você não queira comprar uma – é só colocar a arrastão (aquela que ficou da festa à fantasia) por cima da meia preta. Já minha pseudo saia “P” é um vestido grande que eu herdei da irmã “M”, diminui puxando por cima de um cinto e disfarcei com uma espécie de pala.

Vestido Mixed
Pala M. Officer
Sapatilha Zara
Bolsa CorsoBrasil